Os Mais Lidos de Junho e a Faculdade

6 de julho de 2016

Mais lidos do mês de junho, faculdade, metal e depressão
Eu e quem?

What's up, people. Mais um mês está em sua reta final e ainda me pergunto: "O que é que tô fazendo da minha vida?". Impressão minha ou 2016 está passando tipo assim muito rápido? Gosto assim. Até porque tudo o que planejei para esse ano não deu em nada, sério, esse lance de ano novo, vida nova, só funciona para que não é sedentário e pessimista e isso é algo que eu sou em demasia. Mas enfim, enquanto minha rotina e fins monetários não mudam, eu continuo fazendo as coisas que gosto e dentre elas está mexer no blog. Já tive tantos blogs, tantos nomes, tantos mais que as vezes penso que no Watchmen da vida eu seria o Rorschach, sem rosto definido. Anyway, vim aqui passar para vocês o que andei olhando na web e que achei digno de mostrar aqui então resolvi abrir essa onda aí que muitas blogueiras aderem, de Links Favoritos do Mês. E começa com novidades no Metal Sinfônico.
Tem música nova da Tarja, a diva dona do meu cu coração que resolveu abalar minhas estruturas com essa voz perfeita e essa interpretação impecável, afinal ela estudou para isso. Serei sincera com vocês, amei e odiei o No Bitter End mas quando eu vi a diva comentando sobre esse vídeo no twitter oficial dela, quase desmaiei. Imagino como Tutu Holopainen está lidando com esses lacres de escala apocalíptica para o sinfônico que essa dona anda liberando. Coloquem os fones de ouvidos, aumentem o volume e deixem a Tarja massagear a alma de vocês com Innocence e vocês verão aqui no Disse o Corvo, dá um play aí:

  •  O racismo é nojento e embrulha o estômago. E esse vídeo coloca agressor e vítima frente a frente — CLIQUE
  • Sobre o efeito azul nas minhas fotos: Efeito Grunge no Vscocam por Debbie MenezesCLIQUE
  • E se Clark Kent fosse da União Soviética? — CLIQUE
  • Mini contos de horror que não precisam de muito para assustar. — CLIQUE
  • Câmera compacta também tira fotos boas e a Amanda comenta no querido Blonde Chaos. CLIQUE
  • Pac de memes de Harry Potter para discutir usando eles — CLIQUE
  • 7 técnicas de escrita usadas por Edgar Allan Poe — CLIQUE
  • 10 grandes histórias de Edgar Allan Poe que você precisa ler — CLIQUE
  • Conto: "Não Sigam as Vozes", pela Bru Vampiresca do Girl RecklessCLIQUE
  • Melhores filmes de terror também pela Bru Trevosa do Girl Reckless part. 02 — CLIQUE
  • 13 fotos que farão você ficar LONGE da água — CLIQUE
  • Mudar fundo da foto pelo PicsArt. — CLIQUE
  • Para quem quer começar a ler em inglês, tem um blog que deu dicas para isso — CLIQUE
  • Decoração Escandinava alivia a alma. — CLIQUE
  • X-TUDO GOSTOSUDO DE FORNO, eu fiz e me acabei de comer. — CLIQUE 
  • PASTEL DE FORNO que fiz o mês passado inteiro, mega viciante — CLIQUE
  • 25 filmes de terror baseados em fatos reais — CLIQUE
  • Vai ter Lovecraft no cinema e o filme é Cold Skin, inspirado nas criaturas lovecraftianas — CLIQUE

Agora vamos falar de algo sério e não são as tetas do Henry Cavill. Quem me acompanha nas redes sociais, sabem que eu praticamente quis morrer quando soube que havia ficado de DP — dependência — em duas matérias no curso da faculdade. E acompanharam meu sofrimento para tentar passar porque, além de ser reprovada, as matérias envolviam cálculos. Isso mesmo, MATEMÁTICA PURA. Peguei dependência em Formação de Preço e Matemática Financeira Aplicada. Me fodi sim ou claro? Gente, entendam meu lado, sou de humanas, por mim largaria a vida na cidade e iria vender peixe frito na praia, dar tchau pro sol e tomar água de coco enquanto leio algum livro do King mas o sistema não deixa e acho que não fui feita para sobreviver assim, na natureza. Foi a pior notícia que pude receber ano retrasado.
Isso mesmo, retrasado, passei um ano tentando sair da recuperação e nada. Até que finalmente me livrei de Formação de Preço, consegui passar com uma média 9 na nota mas fiquei encalhada em Financeiro. Paguei todos os meus pecados, os que cometi, os que não cometi e os que pretendia cometer. Eu fiz a recuperação da recuperação, da recuperação até chegar em exame, pagar para fazê-los e finalmente, quase pela hora da morte, conseguir passar raspando com 1 fodendo ponto e meio para obter uma média 8 na nota final dessa bagaça de Matemática que envolve cálculo de juros, duplicatas, tarifas e o caralho a quatro. Mas por que que estou comentando isso? Simples, porque foi a pior fase da minha vida desde que me entendo por gente. Eu não me sentia eficiente em nada e isso acabou desencadeando diversas inseguranças quanto a minha capacidade de conquistar as coisas  e até quanto a manter o controle do Monstro, eu simplesmente saí dos eixos e todo dia era dia de briga, arrogâncias e gritos. Sou o do tipo de pessoa que quando fica enraivada, começa a chorar que nem criancinha então meus dias foram extremamente difíceis de aguentar. De me aguentar. Momento deprê no Disse o Corvo, xenti.

                                                            
Mr. Whiskers is my spirit animal

But anyway, passou, liguei na faculdade e falaram que é só marcar para colar grau que estou livre. Porém já estou de olho no curso de Letras então já sabem quem vai ficar reclamando 24 horas no twitter por ter tido essa decisão, por que né? Mas enfim, quero dizer para vocês que já estou com outro ♥ celular ♥ e posso afirmar que meus altos níveis de estresse cessaram, estou oficialmente mais calma e com as rotinas organizadas mas confesso para vocês que ter ficado um mês sem meu celular me ajudou em muitas coisas como a ter mais tempo para me curtir, colocar leituras de livros em dia e até assistir os dvds que peguei na locadora no qual estavam largados na sala. E os devolvi, paguei uma multinha por ter ficado com ele por quase dois meses. Mas que vergonha, dona Priscila!
E não menos importante, o Behemoth lançou vídeo novo eu só VI AGORA! Viram só que fã mais dedicada? Está no youtube a três meses e só percebi que era material novo tipo semana passada. Não sejam como eu, crianças. Mas vou deixá-lo aqui para vocês olharem e sem mimimi gente, já avisei que eu gosto de Metal então tentem analisar o trabalho do artista antes de julgarem pelo gênero, até porque não saio por aí xingando o sertanejo ou o pop que vocês escutam. Mas gente, como eu amo vídeos ou filmes em preto e branco, acalma minha alma só em olhar essa ausência de cores. Eu amo as cores, mas preto e branco é outro nível. ♥


Mudando de assunto rapidamente, vejo que ultimamente a moda é falar que a pessoa tem depressão, ansiedade e síndrome do pânico e eu acho isso um verdadeiro ABSURDO! Romantizar esse caos interior e fazer disso algo que todos podem se apoderar como se fosse uma modinha do momento é ridículo e infantil. Só sabe quem passa e são poucos que conseguem transmitir a agonia torrencial do que está guardado. Minha mãe teve depressão e ela quase morreu, mas não morte de forma natural, e sim devido as altas quantidades de remédios e alucinações que criava dentro de seu pequeno e conturbado coração. Não foi algo bonito de se ver e ver mãe no canto a ponto de definhar é algo tão destruidor, tão violento, que na hora eu percebi que tinha sim um coração e que ele doía. Então, pelo amor de Deus, parem de se vitimar na internet para usar a depressão como defesa a suas arrogâncias e grosserias, isso é sério. Por isso deixo o vídeo que mais me marcou no mês que passou, de uma youtuber que conheci recentemente, a Debbie Menezes retrata sem exageros o que é ter um monstro pedido para sair — sim, é dela que aprendi os truques azulados das fotinhas — e assim como ela, acompanhei muitos casos de depressão na família até, num azulado dia, estava conhecendo a finco o sofrimento de não ver mais as cores da vida. Por favor, parem de fazer moda em coisas que não é para virar estilo de vida. Saiba diferenciar sua tristeza de depressão, ok?


Bom, é isso gente. Era pra eu ter liberado esse post dia 30 de junho aqui no Disse o Corvo mas o que aconteceu? Fora as vezes que desviei minha atenção pra olhar o ponto na parede, a internet não ajudava então tive que esperar meu pai assinar outro pacote, esperar também o técnico vir arrumar pra finalmente estar com internet, estar com foco para liberá-lo, e a internet estar totalmente INSTÁVEL ontem. O jeito foi aguardar o sinal ficar bom e mandar hoje procês. Perdoem minhas distrações com o twitter e não desistam de mim. Mas enfim, me desejem sorte no próximo curso que irei pegar na faculdade e me contem ai nos comentários, os links que mais leram no mês que passou para eu dar uma olhadinha.  E também sobre as dificuldades que tiveram com faculdade e as conquistar realizadas. Um beijo e um queijo. ♥

INSTAGRAM || TWITTER

4 comentários:

  1. Só de ouvir Tarja no teu Blog já me faz querer te abraçar e quebrar ossos por ossos de tanto amor que sinto por ti. Além do teu ótimo gosto musical e da tua incrível escrita que me faz querer ler teu post mais de duas vezes, eu adorei o que tu abordou sobre romantizar problemas mentais, enfim, parabéns pelo post Pri. Nunca pare! Tu sabe que adoro o Disse o Corvo, ahhh! E obrigada por indicar minhas postagens fiquei tão feliz que até mostrei no meu Snap, hahaha! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aquele carinho destrutivo da minha vampira favorita eu querrrrrrrro. Tarja consegue ser diva só respirando Bru, eu simplesmente AMEI essa música nova dela, imagino como o Tutu deve estar ao ver que a Tarjes não dependia dele para ser lacre puro, CHORA TUTU!
      Nada Bru, vindo de ti já me dá mais ânimo para preparar outras postagens porque eu admiro demais a sua escrita, os vídeos e as fotografias, eita bicha fotogênica meo Odin! E ainda farei um post mais afinco abordando essa romantização exagerada das doenças internas porque isso me irritou profundamente viu, como havia dito a você nos trilhões de áudios. E eu adoro o Girl Reckless, e indico mesmo porque assisti os filmes e li aquele conto diversas vezes. Omggggg, farei um snapcheque pra mim só pra te stalkear. ♥

      Excluir
  2. Eu ia comentar no post novo, mas achei necessário vir aqui por: tetas do Henry Cavill, college struggles e o vídeo incrível da miga Debbie.

    Tu e as faculdade... Eu mal dando conta de uma e você querendo ir pra terceira UAHUAHUAH Mas pelo menos no meu curso não tem matemática! Mesmo assim, peguei dp em interpretação e produção de texto - eike ridículo UAHAUH - por ter perdido as duas provas, mas a dp é online, grazadeos.

    Você e a Debbie têm toda a razão, tá na hora de parar de romantizar esse demônio que é a depressão. As pessoas precisam saber como é de verdade essa doença, que não tem nada de bonito, que é sufocante viver com isso. Acho importantíssimo dar destaque a real depressão nos bloguinhos, as manas precisam entender como é e saber da importância de dar apoio à uma pessoa que sofre desse mal <3

    Só isso msm,
    Beijas ♥ AUHAUHA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Miga, as tetas do Henry Cavill deviam virar monumento e todo mundo teria ficar reverenciando essa maravilhas de uma em uma hora porque olha. ♥
      P A R A T U D O que tu conhece a Debbie? Viaaaaaaado, aprendi a fazer o efeito escuro nas fotos com ela UHASUAHSUAHS

      Miga, se eu soubesse que a primeira não era tudo o que falavam, eu teria largado o curso. Publi é um amor mas não é minha área. Resolvi pegar o Marketing e tava curtindo até descobrir que tinha cálculos: tomay no cy. Mas olha, finalmente terminei e logo colo grau. ALELUIA! Mas força que o tá ruim fica pior, vida de estudante é assim mesmo porque depois que termina tu passa a ser estatística de desempregado sustentado pelos pais (eu, no caso) UHASUHASUHAS. Oremos miga, tu vai passar suaves.

      E não é menina? Acho um absurdo o povo romantizar depressão e ansiedade sendo que não é pra brincadeira. Tem blogayra famosa que fica brincando de tomar remédios e usando isso como desculpa para perseguir e prejudicar os outros. Sabe o que elas precisam? De uma surra de tetada do Henry Cavill e uma bela duma camisa de força numa instituição de tratamento pra aprender que com isso não se brinca. Minha mãe sofreu disso e posteriormente, eu também sofri. GRAZADEOS que consegui sair dessa linha tênue entre vida e morte mas é uma luta diária pra manter o Controle do Monstro (me lembrou a Freak on a Leash do Korn). Mas deixa estar que mais posts sobre isso virão e doa a quem doer as bloguetes. Isso mesmo viu, temos que nos unir. A blogosfera tá aí pra isso. ♥

      Beijãaaaaaaos. ♥

      Excluir

1. Espalhe amor, e não ofenda.
2. Diga ao Stitch, do Mushroomhead, que a boca dele está muito longe da minha.
3. Leia o post todo antes de comentar, não desvalorize o trabalho de quem criou.
4. Deixe seu bróguinho para eu visitar.
5. Assistam Black Sails, irão se apaixonar. ♥