Curta: O Código Tarantino (Tarantino's Mind) — 2006

21 de junho de 2016

curta de o código tarantino, ou tarantino's mind, com seu jorge e selton melo
Reprodução: algum lugar do Google.

Olha só quem resolveu dar as caras por aqui? Isso mesmo, a guria que só sabe reclamar no twitter *aplausos*. Well, andei um tanto sumida porque estou escrevendo umas fics para colocar no meu novo lugar do Wattpad e aproveitei para ler os coisas que criei anos atrás então minhas semanas foram resumidas em mexer no enxame de sentimentos e bobeiras que eu fazia para poder aliviar as coisas que ficavam guardadas e nada como colocar no papel, né? Isso mesmo, sou da época em que gastava meus dinheiros com agendas e cadernos para escrever porque meus pais não me deixavam ficar pendurada no computador como acontece hoje em dia então logo irei lotar o Disse o Corvo com capítulos de livro e fics. Por isso fico horas lendo as páginas amarelas que registram relatos de uma mente bagunçada e em transição mas o assunto não é esse, agora precisamos falar sobre Quentin Tarantino.
Na verdade, tenho três postagens rascunhadas sobre esse cineasta que eu amo tanto mas deixarei para ir encaixando ao decorrer do mês, quero mostrar para vocês um curta pra lá de diferente porque é Made in Brazil. Isso mesmo, nada de estrangeiro porque brasileiro também sabe ser profundamente impressionante quando o assunto são teorias loucas de pedra. No caso de O Código Tarantino, ou Tarantino's Mind, contamos com Selton Mello e Seu Jorge protagonizando dois amigos cinéfilos que se encontram num barzinho em São Paulo para colocar o papo em dia. Mas isso muda quando o Selton resolve falar que decifrou o código que Tarantino criou a cerca de seus longas metragem e então, jovens padawans, começa o que chamo de "MINDFUCK" com o desenrolar da conversa dos dois. Tem de Cães de Aluguel até Kill Bill, sem falar que Um Drink no Inferno — filme no qual Quentin era Richie Gecko — entra no meio das decifradas soltas por lá. Muitos de nós já imaginávamos essas teorias mas vê-las dialogadas em nossa língua e feitas por mãos nacionais é algo extremamente mágico. Não, não estou exagerado caso tenha algum fã do diretor lendo essa postagem. Sem mais delongas, apertem o play e segura essa marimba:


Esqueci de falar, esse curta esteve entre os 10 melhores longas estrangeiros votados pelo público na 18º edição do Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo e deixou os críticos realmente surpresos com o que acabaram de assistir. Bem pudera, vemos Selton Mello e Seu Jorge, interpretando pessoas de alma cinéfila profunda, dialogando sobre o cinema tarantiniano como verdadeiros amigos de alma nerd manjadores das coisas. Seria aquele tipo de conversa em que eu adoraria ficar calada o tempo inteiro para apenas escutar o desenrolar dos fatos. 
Para os leigos sobre cinefilia, Tarantino's Mind pode ter passado batido já que não é fácil encontrar mídias boas sobre o curta, foi mais feito para fãs do que para atender a demanda cinematográfica mas espero ter trazido essa belezura de vídeo das cinzas aqui no Disse o Corvo para que possam ver e refletir comigo: O que acharam das teorias desenvolvidas a cerca dos filmes de Tarantino? Conhecem algo a mais fora o que foi abordado? E se tivessem incluído os mais recentes filme de Quentin? Soltem o verbo e vamos papear porque falar do curta O Código Tarantino vai ser gostoso pra dedéu. Um beijo e um queijo. ♥

INSTAGRAM || TWITTER

11 comentários:

  1. Priscila assisti o curta o Selton Mello e Seu Jorge estão ótimos, tem razão do curta está entre os 10 maiores longas estrangeiros mais votado, o Selton Mello trabalha muito bem pena que ele não faça mais novela, se faz não estou sabendo. Gostei muito do curta, foi uma belezura de curta que vc trouxe para seus leitores, Priscila bjs.

    ResponderExcluir
  2. Não conheço esse curta, mas seu post me deu vontade de assistir! Parece ser tão interessante! Volto aqui pra contar o que achei, prometo! hahahaha

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente a grande maioria de filmes e curtas que realmente merecem ser conferidos ficam longe da grande mídia publicitária e se restringe à poucas pessoas. Já assisti vários dos filmes envolvidos nas "tais teorias" citadas no curta, mas não me lembro bem dos detalhes. Confesso que deu vontade rever tudo de novo para conferir uma por uma, afinal Tarantino nunca é d+. Adorei o post, o curta é muito legal. Assistam!

    *☆* Atraentemente *☆*

    ResponderExcluir
  4. Oi Pri, vir aqui é sempre um aprendizado novo, eu fico maravilhada com a forma que você escreve e como nos ensina coisas novas sempre. Não conhecia nem o diretor e nem o curta, mas sua empolgação com ele me contagiou. Vou assistir, amei <3

    ResponderExcluir
  5. Olá minha linda, não sei como mas. eu não conhecia.
    Gostei muito de saber sua opinião e vou dar mais uma pesquisada sobre ...
    Muito obrigada por esse post. Amei <3
    Beijocas.

    meumundosecreto

    ResponderExcluir
  6. Oi flor,como sempre você só trás post interessantes,confesso que não conhecia esse curta
    mais deu vontade de assistir com certeza,meu filho viu seu blog e adorou virou seu fá rsrs
    Adorei beijinhos.

    ResponderExcluir
  7. Aqui está uma leiga sobre cinefilia, tenho muito que pesquisar sobre Tarantino e o Código! :D Mas é sempre muito interessante de ver quando surge algum filme na nossa língua, que tanto pode ser português do Brasil ou de Portugal. Quando saiu aqui o Crime do Padre Amaro, feito em português, por portugueses e baseado num romance de um antigo escritor português, as salas de cinema encheram e encheram durante imenso tempo. Foi um sucesso. De certo que no Brasil tb devem sentir o mesmo. É a nossa língua a ser falada no ecrã, por conterrâneos nossos. É-nos tudo tão familiar.
    Beijinhos e bons filmes!

    ResponderExcluir
  8. Sou bem leiga em assuntos relacionados a cinema hahaha
    Mas assisti e achei interessante e muito louca as teorias, nunca ia imaginar muitas coisas que foram ditas ali. Adorei o post!

    ResponderExcluir
  9. Oi Priscila! Eu assisti e gostei muito, você trouxe um ótimo curta para lembrar e assistir novamente, mas me diz aí, o que fics? rsrs desculpa minha ignorancia mas fiquei tão curiosa pra saber. Bjs

    ResponderExcluir
  10. Hey Priscila! Como sempre arrasando com suas postagens sensacionais. Adorei o curta, confesso que ainda não conhecia ele, nem essas várias teorias sobre as obras de Tarantino. Mas, mudando de assunto... Poste logo esses fics, pois já me deixou curioso para ler. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  11. Oi Priscila, tudo bem?

    Então, por incrível que pareça, eu nunca assisti nenhum filme do Tarantino. E não, não sou uma pessoa fora do normal, pelo menos acho que não haha
    Não fazia ideia desse curta e adorei as teorias que foram levantadas. Me passou a impressão de ser uma conversa entre amigos que sabem dialogar e levantar diversas questões que são bem diversas entre si. Adorei mesmo! Esperarei os posts sobre as fics e os possíveis livros!

    Beijos!

    ResponderExcluir

1. Espalhe amor, e não ofenda.
2. Diga ao Stitch, do Mushroomhead, que a boca dele está muito longe da minha.
3. Leia o post todo antes de comentar, não desvalorize o trabalho de quem criou.
4. Deixe seu bróguinho para eu visitar.
5. Assistam Black Sails, irão se apaixonar. ♥